DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL / ENTENDA
Entenda
Entenda como a vigilância em saúde ambiental e a saúde do trabalhador se relacionam com o desenvolvimento sustentável
Slider

 

 

DESENVOLVIMENTO ECONOMICAMENTE VIÁVEL, AMBIENTALMENTE CORRETO E SOCIALMENTE JUSTO

O desenvolvimento sustentável é aquele que encontra as necessidades atuais sem comprometer a habilidade das futuras gerações de atender suas próprias necessidades.

________________

É compreendido em três dimensões: a dimensão social, a ambiental e a econômica.

 

A saúde é determinada pelas condições sociais, ambientais e econômicas de uma sociedade e, por sua vez, determina em parte essas condições. Por isto, é central ao desenvolvimento sustentável.

 

 

 

 

A AGENDA 2030

O meio ambiente mundial persiste deteriorando-se. Continua a perda de biodiversidade; continuam sendo esgotadas as populações de peixes; a desertificação avança tomando cada vez mais terras férteis; já são evidentes os efeitos adversos das mudanças do clima; os desastres naturais são mais frequentes e mais devastadores; os países em desenvolvimento se tornaram mais vulneráveis; enquanto que a contaminação do ar, da água e dos mares continua privando milhões de seres humanos de uma vida digna.

Fonte: Declaração de Johannesburgo.

________________

Pensando na necessidade de erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade, líderes mundiais criaram a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável que consiste num plano de ação com 17 objetivos e 169 metas que dependem da atuação de todos os setores para que possam ser cumpridos.

 

Diversos desses objetivos e metas necessitam de ações em Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador para serem atingidos, como:

 

6.1

Até 2030, alcançar o acesso universal e equitativo a água potável e segura para todos

6.2 

Até 2030, alcançar o acesso a saneamento e higiene adequados e equitativos para todos, e acabar com a defecação a céu aberto, com especial atenção para as necessidades das mulheres e meninas e daqueles em situação de vulnerabilidade

6.3

 Até 2030, melhorar a qualidade da água, reduzindo a poluição, eliminando despejo e minimizando a liberação de produtos químicos e materiais perigosos, reduzindo à metade a proporção de águas residuais não tratadas e aumentando substancialmente a reciclagem e reutilização segura globalmente

6.4

Até 2030, aumentar substancialmente a eficiência do uso da água em todos os setores e assegurar retiradas sustentáveis e o abastecimento de água doce para enfrentar a escassez de água, e reduzir substancialmente o número de pessoas que sofrem com a escassez de água

6.5

Até 2030, implementar a gestão integrada dos recursos hídricos em todos os níveis, inclusive via cooperação transfronteiriça, conforme apropriado

6.6

 Até 2020, proteger e restaurar ecossistemas relacionados com a água, incluindo montanhas, florestas, zonas úmidas, rios, aquíferos e lagos

6.a

Até 2030, ampliar a cooperação internacional e o apoio à capacitação para os países em desenvolvimento em atividades e programas relacionados à água e saneamento, incluindo a coleta de água, a dessalinização, a eficiência no uso da água, o tratamento de efluentes, a reciclagem e as tecnologias de reuso

6.b

Apoiar e fortalecer a participação das comunidades locais, para melhorar a gestão da água e do saneamento

7.2

Até 2030, aumentar substancialmente a participação de energias renováveis na matriz energética global

7.3

Até 2030, dobrar a taxa global de melhoria da eficiência energética

8.3

Promover políticas orientadas para o desenvolvimento que apoiem as atividades produtivas, geração de emprego decente, empreendedorismo, criatividade e inovação, e incentivar a formalização e o crescimento das micro, pequenas e médias empresas, inclusive por meio do acesso a serviços financeiros

8.5

Até 2030, alcançar o emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todas as mulheres e homens, inclusive para os jovens e as pessoas com deficiência, e remuneração igual para trabalho de igual valor

8.6

Até 2020, reduzir substancialmente a proporção de jovens sem emprego, educação ou formação

8.7

Tomar medidas imediatas e eficazes para erradicar o trabalho forçado, acabar com a escravidão moderna e o tráfico de pessoas, e assegurar a proibição e eliminação das piores formas de trabalho infantil, incluindo recrutamento e utilização de crianças-soldado, e até 2025 acabar com o trabalho infantil em todas as suas formas

8.8

Proteger os direitos trabalhistas e promover ambientes de trabalho seguros e protegidos para todos os trabalhadores, incluindo os trabalhadores migrantes, em particular as mulheres migrantes, e pessoas em empregos precários

11.1

Até 2030, garantir o acesso de todos à habitação segura, adequada e a preço acessível, e aos serviços básicos e urbanizar as favelas

11.2

Até 2030, proporcionar o acesso a sistemas de transporte seguros, acessíveis, sustentáveis e a preço acessível para todos, melhorando a segurança rodoviária por meio da expansão dos transportes públicos, com especial atenção para as necessidades das pessoas em situação de vulnerabilidade, mulheres, crianças, pessoas com deficiência e idosos

11.5

Até 2030, reduzir significativamente o número de mortes e o número de pessoas afetadas por catástrofes e substancialmente diminuir as perdas econômicas diretas causadas por elas em relação ao produto interno bruto global, incluindo os desastres relacionados à água, com o foco em proteger os pobres e as pessoas em situação de vulnerabilidade

11.6

Até 2030, reduzir o impacto ambiental negativo per capita das cidades, inclusive prestando especial atenção à qualidade do ar, gestão de resíduos municipais e outros

12.3

Até 2030, reduzir pela metade o desperdício de alimentos per capita mundial, nos níveis de varejo e do consumidor, e reduzir as perdas de alimentos ao longo das cadeias de produção e abastecimento, incluindo as perdas pós-colheita

12.4

Até 2020, alcançar o manejo ambientalmente saudável dos produtos químicos e todos os resíduos, ao longo de todo o ciclo de vida destes, de acordo com os marcos internacionais acordados, e reduzir significativamente a liberação destes para o ar, água e solo, para minimizar seus impactos negativos sobre a saúde humana e o meio ambiente

13.1

Reforçar a resiliência e a capacidade de adaptação a riscos relacionados ao clima e às catástrofes naturais em todos os países

13.2

Integrar medidas da mudança do clima nas políticas, estratégias e planejamentos nacionais

13.3

Melhorar a educação, aumentar a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre mitigação, adaptação, redução de impacto e alerta precoce da mudança do clima

16.1

Reduzir significativamente todas as formas de violência e as taxas de mortalidade relacionada em todos os lugares

16.2

Acabar com abuso, exploração, tráfico e todas as formas de violência e tortura contra crianças

16.3

Promover o Estado de Direito, em nível nacional e internacional, e garantir a igualdade de acesso à justiça para todos

16.5

Reduzir substancialmente a corrupção e o suborno em todas as suas formas

16.7

Garantir a tomada de decisão responsiva, inclusiva, participativa e representativa em todos os níveis

16.10

 Assegurar o acesso público à informação e proteger as liberdades fundamentais, em conformidade com a legislação nacional e os acordos internacionais