ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO / IMPACTO À SAÚDE
Impacto à Saúde
É direito de todo o cidadão o acesso à água potável em quantidade suficiente; e é dever zelar pela qualidade da água em seu domicílio
Slider

 

 

UM RECURSO CONSUMIDO COTIDIANAMENTE

Água para consumo humano é a água potável destinada à ingestão, preparação e produção de alimentos e à higiene pessoal, independentemente da sua origem. No Brasil, para que a água seja considerada potável, deve atender ao padrão de potabilidade do Ministério da Saúde e não oferecer riscos à saúde.

________________

O padrão de potabilidade da água para consumo humano do Brasil está descrito na Portaria de Consolidação nº 5/2017, Anexo XX (antiga Portaria GM/MS nº 2.914/2011)

 

A água própria para consumo humano não contém microrganismos que podem causar doenças, nem substâncias químicas em níveis superiores aos permitidos, além de não apresentar características que causem rejeição por quem a consome (como gosto, odor ou cor que deixem a água com um aspecto desagradável).

 

 

 

RISCO

Não é novidade para a maioria das pessoas que beber ou usar água contaminada para cozinhar e se higienizar pode provocar doenças. As mais frequentes são as Doenças Diarreicas Agudas (DDA), que são recorrentes tanto em países desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento.

 

No Brasil, são mais de

4000

mortes por DDA por ano.

 

 

CARGA

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima um potencial de redução em até

 

da carga de doenças global,

caso sejam implementadas medidas visando o aumento do acesso à água potável, a promoção de boas práticas e a melhoria dos procedimentos de gerenciamento da água.

 

 

 

 

 

 

 

 

Apesar dos grandes avanços na cobertura, o acesso universal à água potável que não ofereça riscos à saúde ainda é um desafio a ser superado no Brasil:

 

10

milhões

________________

domicílios sem acesso à água distribuída por rede geral

40

milhões

________________

habitantes que vivem nesses domicílios.

30

milhões

________________

habitantes da área rural com baixa estrutura de saneamento básico, especialmente de abastecimento de água.

 

Fonte: IBGE, 2010.

 

É importante ter mente que ter acesso à água canalizada não significa, necessariamente, ter acesso à água tratada; ter acesso à água tratada não significa, necessariamente, ter acesso à água potável; e ter acesso à água potável não dispensa os cuidados domiciliares para manutenção dessa condição da água até o consumo, como por exemplo, a limpeza da caixa d'água ou cisterna.