POLUIÇÃO DO AR/INFORMAÇÕES PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE E GESTORES
Informações para Profissionais da Saúde e Gestores
Slider

 

 

Vigilância

É evidente a elevada carga de doenças atribuível à poluição do ar no Brasil. Entretanto a exposição a poluentes do ar extrapolam o controle dos indivíduos, e requer a adoção de medidas por parte de setores e autoridades públicas em escala global, nacional, regional e local

________________

No SUS, a vigilância em saúde de populações expostas à poluentes atmosféricos propõe alternativas para o nível municipal, estadual e nacional.

 

 

Monitoramento da qualidade do ar
Slider

 

 

É fundamental identificar as regiões onde existam atividades de natureza econômica ou social que gerem poluição atmosférica e que ofereçam risco à saúde das populações expostas.

________________

Este é o primeiro passo para desenvolver medidas de prevenção, de promoção da saúde e de atenção integral efetivas.

 

Atualmente, apenas 17 dos 33 países da América Latina e Caribe possuem estações de monitoramento da qualidade do ar. As estações de monitoramento estão localizadas em 104 cidades.

20%

da população da região vive em cidades com redes de monitoramento.

 

A ação de ampliar e aprimorar as redes de monitoramento é fundamental, pois estas contribuirão para a produção de dados mais precisos sobre o ônus das doenças atribuíveis à poluição do ar.

 

 

Indicadores
Slider

 

 

No Brasil, o Ministério da Saúde adota indicadores essenciais para a vigilância em saúde da população exposta a poluição do ar. Conheça:

________________

 

Indicadores de Exposição

PM10

Concentração ambiental de partículas inaláveis

PM2,5

Concentração ambiental de partículas inaláveis finas

O3

Concentração ambiental de ozônio

 

CO

Concentração ambiental de monóxido de carbono

NO2

Concentração ambiental de dióxido de nitrogênio

SO2

Concentração ambiental de dióxido de enxofre

Taxa de motorização

Densidade de veículos

Número absoluto de focos de calor

Número absoluto de focos de calor por km²

 

 

Indicadores de Efeito

 

Morbidade

<5 anos

Taxa de internação por doenças do aparelho respiratório em crianças

> 60 anos

Taxa de internação por doenças do aparelho respiratório em idosos

> 40 anos

Taxa de internação por doenças do aparelho circulatório em adultos e idosos

Mortalidade

<5 anos

Taxa de mortalidade por doenças do aparelho respiratório em crianças

> 60 anos

Taxa de mortalidade por doenças do aparelho respiratório em idosos

> 40 anos

Taxa de mortalidade por doenças do aparelho circulatório em adultos e idosos

 

Para mais informações acesse o Portal da Saúde